Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

*Projecto Terra à Terra traz a compostagem à Póvoa*

A Câmara Municipal aderiu ao projecto Terra à Terra, da lipor, que visa promover a compostagem caseira.

Com a factura da água de Janeiro, os munícipes receberam informação referente a esta iniciativa, que já deu origem a mais de meia centena de inscrições junto do Pelouro do Ambiente da Câmara Municipal.

Para aderir ao projecto, os interessados deverão preencher a ficha de inscrição (disponível em www.lipor.pt), ter idade superior a 18 anos e residir, em habitação permanente, com jardim. A Câmara Municipal, em conjunto com a lipor, organiza já em Fevereiro, nos dias 20 e 23, acções de esclarecimento sobre a compostagem, que os participantes têm de frequentar para depois lhes ser atribuído um compostor caseiro, onde deverão colocar os lixos orgânicos.

O Terra à Terra é um projecto que visa promover a redução dos resíduos orgânicos ao nível das habitações, nos municípios da área de intervenção da lipor, que contribuem com mais de 500.000 de toneladas por ano de resíduos sólidos urbanos, dos quais cerca de 40 por cento são resíduos orgânicos, que podem, em parte, ser valorizados através da compostagem caseira, facilmente praticada nas habitações, tendo igualmente como benefícios o contacto com a natureza, a melhoria dos solos e, claro, um ambiente melhor. Estima-se que o processo de compostagem caseira permite uma redução média de cerca de 90Kg/ano por compostor.

Na Póvoa, a adesão à reciclagem é notória, esperando agora a Câmara Municipal que os munícipes se possam também interessar por este processo de reciclagem de materiais orgânicos, que é a compostagem, e que recupera a tradição ancestral das casas de agricultura, onde havia um monte onde iam sendo depositados materiais orgânicos. Por um processo natural de decomposição, o resultado final era a produção de fertilizante, que podia depois ser usado na agricultura.

Terra à Terra é dinamizado pela lipor em parceria com os seus municípios associados e não tem custos para os participantes.    

A palavra que te liga ao texto*:
publicado por Cidade Para Todos às 12:28
link do post | comentar

*Congresso Internacional de Turismo Cultural e Religioso*

Póvoa de Varzim, 22.01.2008

 A Póvoa de Varzim prepara-se para receber, em Abril, um importante Congresso Internacional de Turismo Cultural e Religioso.

Importante pela actualidade do tema que aborda e pelo excelente painel de perto de duas dezenas de oradores, de onde se destaca a participação de peritos como o Secretário-Geral da Organização Mundial de Turismo, Francesco Frangialli, do Ministro do Turismo de Israel, Yitzhak Aharonovitch, da Ministra do Turismo do Brasil, Marta Suplicy, representantes dos ministérios do Turismo de Portugal, Espanha, Itália e França, da assistente do Director-Geral para a Cultura, da Unesco, entre outros.

O congresso internacional “Turismo Cultural e Religioso – oportunidades para o século XXI”, vai decorrer na Póvoa de Varzim, de 22 a 24 de Abril, no Novotel Vermar, e o programa foi esta manhã apresentado em conferência de imprensa, na Câmara Municipal, com a presença de Monsenhor Cónego Melo e do presidente, José Macedo Vieira, que se congratulou com o facto de a cidade ter sido escolhida para acolher uma iniciativa desta dimensão, que tão bem se encaixa num destino turístico que se tem vindo a direccionar, nos últimos anos, para a vertente cultural e religiosa, que cada dia mais orienta as escolhas de turistas, em busca de algo mais do que o simples tempo de lazer.

A Turel, TCR, organizadora do congresso, conta reunir na Póvoa mais de 400 participantes, 40 por cento dos quais estrangeiros, de, pelo menos, cinco nacionalidades diferentes. Para conseguir este ambicioso objectivo, a Turel conta, não só com o excelente programa do congresso como com um conjunto de actividades paralelas, que incluem um salão de artesanato poveiro, a exposição “A Arte e a Devoção”, com imagens religiosas do século XVI ao século XXI e a realização de várias visitas guiadas ao concelho para participantes e para a comunicação social que acompanhar o evento.

turel

O congresso abre no dia 22, com a conferência “Turismo Cultural e Religioso – oportunidades e desafios para o século XXI”, pelo Secretário-Geral da Organização Mundial de Turismo, seguindo-se a primeira mesa redonda com o tema “Turismo Religioso” e que se sub-dividirá por vários outros temas, abordados pelo Arcebispo de Madrid, Cardeal D. António Rouco Varela, pelo Núncio Apostólico da Santa Sé em Madrid, D. Manuel Monteiro de Castro, do Bispo de Leiria e Fátima, D. António Marto, do Secretário do Sínodo da Igreja, na Grécia, Spyridon Katramados, do Ministro do Turismo de Israel e de Daniel Adamson, da Universidade de Harvard.  O programa completo, embora ainda provisório, pode ser consultado em www.congressoturel.org

A palavra que te liga ao texto*:
publicado por Cidade Para Todos às 12:23
link do post | comentar
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

*Painéis Solares*

Durante a pesquisa para o diagnóstico da nossa cidade de forma a detalhar as empresas de sectores inovadores encontramos um vídeo sobre a recente fábrica de paíneis solares em Laúndos (freguesia da Póvoa de varzim).

Dada a importância desta fábrica, achamos conveniente publicar a notícia.

 

publicado por Cidade Para Todos às 18:27
link do post | comentar

*Sugestão para fim de semana*

Para este fim de semana em que o sol vai espreitar por entre as nuvens, propomos que saia de casa e aprecie o que de melhor a Póvoa tem para lhe oferecer.
Comece por ver os saldos espalhados pelas lojas da Rua da Junqueira. Quando a fome começar a apertar, dirija-se ao Restaurante Cego do Maio, que se situa mesmo na rua da Junqueira junto
á Start Point. No final do seu almoço, continue a sua caminhada, mas agora pelo passeio alegre e disfrute da paisagem maravilhosa da costa portuguesa.
A palavra que te liga ao texto*:
publicado por Cidade Para Todos às 17:35
link do post | comentar
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

*Escola Futurista*

Oi!

Achamos que precisavamos de algumas ideias para criar um projecto para a nossa futura Cidade Criativa...e uma luz surgiu!!! E se criassemos um concurso literário a nivel da escola com o tema Escola Futurista???

Pois é, foi isso que fizemos porque uma escola futurista faz parte de uma cidade futurista.

Podem ver aqui o poster do nosso concurso literário!

Se és da Escola Secundária de Rocha Peixoto...PARTICIPA! Temos prémios...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A palavra que te liga ao texto*:
publicado por Cidade Para Todos às 13:11
link do post | comentar

*Noticía da semana*

Uma Cidade sem Fumo

A entrada em vigor da Lei do Tabaco é incontornavelmente o tema da actualidade, não só pela mudança de hábitos e rotinas que obrigou a todos os quadrantes da sociedade, como também pelo impacto que já está a ter no sector económico. O Póvoa Semanário quis desvendar o impacto que esta nova legislação está a ter no município.

O primeiro dia de 2008 ficou marcado pela entrada em vigor da nova Lei do Tabaco. Esta legislação veio transformar, por completo, os hábitos dos portugueses, principalmente dos fumadores.

Passou a ser proibido fumar nos serviços públicos e nos locais de atendimento directo ao público, nos locais de trabalho, unidades de Saúde, lares de idosos, estabelecimentos de ensino, museus e centros culturais, salas e recintos de espectáculos, nas zonas fechadas das instalações desportivas, nos recintos de feiras, nos centros comerciais, nos estabelecimentos hoteleiros, restaurantes, bares, cafés e discotecas, nas áreas de serviço, nos aeroportos e nos meios de transporte. No entanto, a lei prevê algumas excepções, permitindo a criação de espaços próprios para fumadores desde que cumpram os seguintes requisitos: as áreas estarem devidamente sinalizadas e separadas fisicamente das restantes instalações ou disporem de dispositivos de ventilação adequados e a existência de um sistema de extracção de fumo directamente para o exterior.

No que diz respeito a restaurantes, a legislação prevê que os estabelecimentos com mais de 100 metros quadrados possam criar áreas para fumadores, dentro destes requisitos, desde que estes não excedam 30 por cento do espaço total.

As multas para quem ‘puxar’ de um cigarro em espaços fechados e fora das zonas previstas para fumadores oscilam, entre os 50 e os 750 euros, e entre os 50 e os mil euros para os proprietários de estabelecimentos privados e órgãos directivos dos serviços da Administração Pública que não cumpram a legislação.

Os valores mais elevados, entre os 30 mil e os 250 mil euros, correspondem a infracções devidas ao incumprimento da lei no que respeita à composição e medição das substâncias contidas nos cigarros comercializados, à rotulagem e embalagem dos maços de cigarros, à venda de produtos de tabaco, à publicidade, promoção e patrocínio do mesmo.

A nova legislação proíbe ainda a venda de tabaco a menores de 18 anos e deixa de autorizar que as próprias máquinas de venda automática façam publicidade aos cigarros.

Estas máquinas têm ainda de estar munidas de um sistema bloqueador que impeça o seu acesso a menores de 18 anos.

A lei determina, igualmente, que sejam criadas em todos os centros do Serviço Nacional de Saúde, consultas especializadas de apoio aos fumadores que pretendam abandonar o vício.

 

Um oásis para os fumadores

O dia 1 de Janeiro trouxe uma realidade completamente diferente aos estabelecimentos de restauração e hotelaria. Mas, se noutros pontos de país, parece ser fácil encontrar um restaurante ou café onde se possa fumar, na Póvoa de Varzim não é bem assim. Dos 24 restaurantes contactados pela nossa redacção, não há sequer um que tenha já criado um espaço vocacionado para fumadores. Nos cafés, a situação é semelhante e tudo aponta para que continue a verificar-se a situação caricata de, muitas vezes, serem mais os que estão na rua a fumar do que os estão sentados à mesa. Isso não acontece na ‘Doce Montgeron’, uma padaria situada na Rua Cidade de Montgeron, único local do género que a nossa redacção encontrou em que existe uma sala para fumadores. Apesar do "investimento considerável", explicou Daniel Lima Rodrigues, proprietário da ‘Doce Montgeron’, a aposta parece mesmo ter compensado, pois só no espaço de uma semana, já foi possível verificar "um crescimento considerável no número de clientes". Daniel Lima Rodrigues estranha até que "mais estabelecimentos da cidade não tenham optado por criar um espaço semelhante", até porque "cerca de metade da clientela é composta por fumadores".

Nas unidades hoteleiras, o cenário é similar ao dos restaurantes e a Póvoa parece mesmo caminhar para ser uma cidade sem fumo. No Hotel Costa Verde não é permitido fumar em qualquer local, situação que se repete nas estalagens de Santo André (em Aver-o-Mar) e São Félix (em Láundos). No Hotel Mercure e Novotel Vermar, continua a não haver fumo nas áreas comuns, mas é possível reservar um quarto para fumadores.

Menos gente na noite

Nas duas discotecas da cidade – Hit Club e Buddha Club - existem espaços próprios para fumadores, mas os empresários do sector querem que a legislação seja rectificada. A Associação de Discotecas Nacional – ADN – está a promover uma petição, que começou a circular na noite de passagem de ano, e que pretende pressionar a Assembleia da República para que seja alterada a Lei do Tabaco, de forma a que sejam os proprietários dos estabelecimentos a designar se o seu espaço é para fumadores. A associação quer ainda que seja retirada a punição prevista para os proprietários se alguém for encontrado a fumar num espaço que não esteja definido para tal. Na Póvoa de Varzim e em Vila do Conde são pelo menos dois os locais – Hit Club e Clube Atlântico - onde estão a ser recolhidas assinaturas – que totalizam já duas mil -, para a campanha que termina no próximo dia 20 de Janeiro. O que parece ser inevitável é "uma quebra acentuada no negócio". Pelo menos isso é o que diz Francisco Tadeu, presidente da ADN, que sublinhou um "decréscimo de 20 por cento logo na passagem de ano". Uma tendência de descida que se "manteve no último fim-de-semana". Reflexos de "uma lei discriminatória", que obriga a que "quem esteja a dançar se retire para um espaço próprio se quiser fumar", apontou Francisco Tadeu. Dessa forma, a diversão é "claramente diminuída". Quanto aos proprietários, o seu papel é apenas de vigilância, frisa o dirigente nacional: "se encontrarmos alguém a prevaricar e chamarmos as autoridades, quando estas chegam o cliente há muito que deixou de fumar".

Bases de dados virtuais

Já começaram a surgir, na Internet, as primeiras bases de dados, onde se reúnem os locais em que se pode fumar em todo o país. Uma delas, apdeites2.cedilha.net, apresenta mesmo um mapa – similar ao roteiro Michelin – em que se vislumbram os estabelecimentos para fumadores. Numa outra - www.locaispermitidofumar.blogspot.com - estão os nomes de todos os bares, cafés e restaurantes em que o tabaco não foi excluído.

Sistemas de ventilação com custos elevados.

Para que os estabelecimentos comerciais possam ter espaços reservados a fumadores, a lei obriga à instalação de sistemas de ventilação e extracção de ar eficazes. Além do investimento nas obras de adaptação, os equipamentos representam custos elevados, na ordem dos dois mil euros. Além disso, há ainda muitas dúvidas sobre os sistemas que estão homologados para o efeito, apesar de a lei delegar essa responsabilidade para os comerciantes desses equipamentos. Também no que diz respeito aos funcionários que trabalhem em espaços para fumadores, a legislação contempla a sua rendição, ou paragem por um período 30 minutos, em cada duas horas e meio de actividade.

Perante tal cenário, a União da Empresas de Hotelaria, Restauração e Turismo (Unihsnor) aconselha os associados a optarem pela proibição integral do fumo nos seus espaços.

Quanto à fiscalização será realizada por diferentes entidades, de acordo com o fim a que se destina as instalações. Nos espaços comerciais, a tarefa será da ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica), nos edifícios ligados à Saúde será da Inspecção-Geral da Saúde, e nas restantes empresas a fiscalização compete à Inspecção-geral do Trabalho. A aplicação de coimas e sanções acessórias é da responsabilidade da Comissão de Aplicação de Coimas em Matéria de Económica e de Publicidade. Mas quem ganha verdadeiramente com as contra-ordenações é o Estado que recebe 60 do valor das multas.

 

Fonte:www.povoasemanario.pt/default.asp?noticiaid=3698&seccaoid=3&accao=noticia

 

publicado por Cidade Para Todos às 12:09
link do post | comentar
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

*Sugestão para Fim de Semana*

Para este Fim de Semana propomos:

 

Meeting Internacional Póvoa de Varzim: segunda edição

Cerca de 360 nadadores vão representar 56 clubes, oriundos de Espanha, República Checa, Itália, Estados Unidos, Israel e Portugal.

Seis nadadores portugueses com mínimos para os Jogos Olímpicos, em período de avaliação, participam nesta edição que marca o início das competições de 2008 em piscina longa.

As provas iniciam-se dia 19 de Janeiro às 9h00 (eliminatórias) e 17h00 (finais), enquanto no dia 20 começam às 9h00 (eliminatórias) e 16h30 (finais) na Piscina Municipal.

 

ESMAE em concerto, no Auditório Municipal

A Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo (ESMAE), vai realizar este domingo, dia 20, às 18h00, no Auditório Municipal, um concerto para a apresentação de obras dos alunos do curso de composição.                                                                                                           O concerto é de entrada livre.

Aviões em miniatura, no Pavilhão Municipal

Domingo, dia 20, o Aeroclube do Norte organiza mais um Aeroindoor, um convívio dos amantes dos pequenos modelos de aviões teleguiados, que deverá reunir mais de meia centena de pilotos e um grande número de aparelhos, dos mais variados géneros.                                                                                                                        O Aeroindoor, que este ano entra na sua sétima edição, vai decorrer entre as 10h00 e as 18h00, no Pavilhão Municipal.

Fonte: www.cm-pvarzim.pt

A palavra que te liga ao texto*:
publicado por Cidade Para Todos às 18:20
link do post | comentar
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

*Ano novo, novo rumo*

Oi! Esperamos que o natal vos tenha corrido bem!
Entramos num novo ano, ano esse que sera decisivo pois saberemos se todo este trabalho valeu a pena. Por essa razao, o nosso grupo tomou uma decisao: dedicar-se mais à construção do blog!

A verdade é que andamos a trabalhar no terreno e por vezes o tempo nao é suficiente para a criação de um blog bonito, mas mudar de rumo é fundamental porque temos consciência que o trabalho que fazemos na cidade, só xega até vós via blog.

Pedimos desculpa por este tempo sem nenuma publicação, mas prometemos voltar em breve com muitas novidades!
A palavra que te liga ao texto*: ,
publicado por Cidade Para Todos às 19:06
link do post | comentar

*Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

*Últimos Posts*

* *Lançado concurso público...

* *Exposição no Diana-bar

* *5º Fórum de Saídas Profi...

* ...

* *25 e Abril*

* *Locais visitados*

* *Sugestão para o fim de s...

* *Notícia da semana*

* *Sugestão para Fim de Sem...

* *Projecto Terra à Terra t...

* *Congresso Internacional ...

* *Painéis Solares*

* *Sugestão para fim de sem...

* *Escola Futurista*

* *Noticía da semana*

* *Sugestão para Fim de Sem...

* *Ano novo, novo rumo*

* *O nosso ícon*

* *Notícias em destaque"

* *Eventos em destaque*

*arquivos

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Novembro 2007

* Outubro 2007

*A palavra que te liga ao texto*

* todas as tags

*favorito

* Convite aos blogues

*Liga-te!!!*

blogs SAPO

*subscrever feeds